Receitas de Papinha para o seu Bebê

papinha-para-bebe-3

Andréia Betti da Silva, nutricionista da Clínica Dr. Família, comenta que até o sexto mês de vida, o sistema digestório da criança não está pronto para digerir adequadamente os alimentos, ou o seu sistema imunológico capaz de combater possíveis infecções decorrentes destes.

Andrea Alencar de Oliveira, pediatra e oncologista pediátrica da Clínica Dr. Família, explica que, se a criança estiver em uso de leite de vaca in natura (leite de caixinha ou leite em pó), a papa principal pode ser adiantada para os quatro ou cinco meses, a critério médico.

“Antes da papa principal, deve-se iniciar a papa de frutas no período da manhã ou da tarde, sem substituir uma mamada. Deve-se introduzir a papa de frutas amassada ou raspada, ou um suco de frutas natural – iniciar com 80 mL, sendo o volume máximo de 120 mL/dia. Damos preferência ao uso da fruta in natura, na forma de papinhas de fruta, em vez do de sucos, pelo maior risco de obesidade, devido ao maior índice glicêmico (e tendência a adoçar o suco), além da perda de fibras no suco”, destaca a pediatra.

Modo de Preparo a papinha do bebê

Andrea explica que a papa principal (salgada) deve conter:
“Deve ser colocado um representante de cada grupo; usar uma colher de chá/sobremesa de óleo de soja ou azeite ou canola (cru) e temperos, como alho e cebola, salsinha, cebolinha, louro, coentro etc. Não se deve usar temperos industrializados! Depois de escolher um ingrediente de cada grupo, é necessário descascar e picar em pedaços pequenos. E cozinhar os alimentos, iniciando por aqueles com tempo de cozimento maior e, por último, os que cozinham mais rápido. Acrescentar o óleo no final, amassar com o garfo e oferecer a papinha morna”, explica a pediatra.

Mais detalhes no modo de preparo clique aqui…

Algumas Deliciosas receitas de papinha para preparar em casa

1. Papinha de cenoura: uma receita simples e nutritiva para bebês que já estão com dentinhos. É também uma alternativa saborosa para pegar com os dedinhos (no caso dos bebês um pouco maiores). Lembrando que a cenoura é um ótimo alimento e possui muitas vitaminas essenciais para a saúde dos pequenos.

2. Papinha de ervilha: receita especial para os bebês que estão sendo introduzidos no universo dos alimentos sólidos e que estão querendo novidades em texturas e sabores. O creme de ervilha possui uma consistência menos líquida e ainda apresenta alguns pedacinhos macios de ervilha.

3. Purezinho de inhame: uma receita simples e saborosa, para fazer sempre. Leva inhames descascados e picados em cubinhos, alho, caldo de carne feito em casa e cebola.

4. Papinha de abóbora: um creme de abóbora muito suave, ideal para ser a primeira papinha da criança, pois a textura é bem líquida e o sabor costuma agradar aos pequenos!

5. Papinha de batata, mandioquinha e cenoura: além desses ingredientes principais, você precisará de cebola picadinha, alho, azeite e água fervente. Lembre-se de verificar a temperatura antes de servir ao bebê!

6. Papinha de batata, couve e caldo de carne: para fazer o caldo de carne caseiro você usará músculo. Depois, os demais ingredientes são somente a batata, a couve orgânica, cebola e alho.

Confira mais receitas de papinhas salgadas deliciosas para o seu bebê aqui…

Doces

Foto: Getty Images

01. Papinha de maçã: deliciosa e não tem segredo. A utilizada nesta receita foi a maçã argentina, que é maior e não oferece dificuldade na hora de raspar. Mas, caso prefira ou tenha em casa, você pode usar outro tipo de maçã!

02. Papinha de manga: as mangas, além de serem super saborosas, possuem uma alta quantidade de ferro, potássio e magnésio. Você pode usar a manga Palmer ou Tommy e aí você só precisa, basicamente, descascar a fruta, remover caroço e cortar em pedaços médios.

03. Papinha de ameixa: a papinha de ameixa industrializada costuma fazer sucesso pelo seu sabor, mas não é a opção mais indicada para a criança. Aqui, você aprende a fazer uma papinha de ameixa caseira que é mais gostosa e, claro, saudável que a versão pronta.

04. Papinha de abacate: os abacates são extremamente ricos em ácido fólico e potássio. Podem ser servidos com outras frutas e deixam a papinha super cremosa! Nesta receita, porém, foi utilizado somente o abacate.

05. Papinha de mamão: receita prática e gostosa, que fica com um sabor docinho naturalmente das frutas. Você usará somente o mamão, uma maçã e uma pera, se desejar.

06. Papinha de mamão e berries: pode ser oferecida, em geral, para bebês a partir dos seis meses que já iniciaram a alimentação complementar e para crianças um pouco grandinhas que têm seletividade para comer frutas. Você usará o mamão papaya e berries, que podem ser blueberries, cranberry ou qualquer outra fruta.

Dicas para armazenamento das papinhas

Foto: Getty Images

A nutricionista Andréia explica que as papinhas devem sempre ser armazenadas sob refrigeração (tanto na geladeira quanto no congelador), para evitar que estraguem e ofereçam algum risco à saúde do bebê. “Em relação ao pote, prefira os de vidro aos de plástico – eles suportam melhor as variações de temperatura (refrigeração e aquecimento), são menos porosos (portanto menos propensos à aderência de bactérias), e mais fáceis de higienizar (dificilmente ficarão com gosto ou cheiro de outras preparações)”, diz

Veja mais dicas sobre o armazenamento da papinha do seu bebê clicando aqui…

Algumas dúvidas sobre papinha do bebê

Foto: Getty Images

Quais são os alimentos mais recomendados para a papinha do bebê?

Andrea Alencar de Oliveira: A introdução alimentar para as crianças é uma fase de aprendizado de texturas, cores, cheiros e sabores. Importante deixar a criança tocar nos alimentos in natura, como frutas e legumes levemente cozidos ou mesmo crus. Apresentado a criança esse novo mundo de sabores. A adaptação ao alimento também está relacionada à cultura familiar, respeitando a introdução de acordo com a faixa etária e cada ganho ao passar dos meses e orientação do pediatra. Na composição da papinha, a dica é sempre colocar um representante de cada grupo alimentar. Uma proteína animal, um tubérculo ou cereal, um legume, uma leguminosa, um representante de folhas e verduras. Assim o alimento está rico e equilibrado nutricionalmente.

Veja essa e muitas outras duvidas esclarecidas sobre a papinha do seu bebê clicando aqui…

Escrito por: